Ache Belém 2017-01-12T15:52:51

Valtteri Bottas pode substituir Rosberg no próximo GP de Fórmula 1

A temporada de 2017 trará muitas novidades, entre elas mudanças aerodinâmicas nos carros


  • compartilhar no facebook
  • compartilhar no twitter
  • compartilhar no google plus
  • compartilhar no whatsapp
Valtteri Bottas pode substituir Rosberg no próximo GP de Fórmula 1
Valtteri Bottas

A Fórmula 1 é uma das modalidades mais famosas de automobilismo do mundo e reúne pilotos extremamente competentes, que protagonizam verdadeiras proezas nas pistas. Muitos homens habilidosos passaram pelos GPs, alguns se tornaram lendas, como o brasileiro Airton Senna, o alemão Michael Schumacher e o francês Alan Prost, entre outros. A cada ano novos talentos surgem e impressionam os fãs do esporte. O último campeão foi Nico Rosberg, representando a Mercedes, que anunciou sua aposentadoria pouco depois da conquista. Após uma árdua temporada, onde teve de se superar para conseguir vencer Lewis Hamilton, seu antigo companheiro de equipe.

A notícia pegou muitas pessoas de surpresa, afinal, o alemão tem somente 31 anos e esse foi seu primeiro título, a possibilidade de arrebatar mais alguns era grande, porém, segundo o próprio piloto, a decisão não tinha volta, ele realmente abandonaria as corridas ao alcançar o troféu, deixando bem claro não suportar a pressão e o estresse que caiu sobre ele e consequentemente à família. A Mercedes aceitou o pedido de Rosberg e não tardou em procurar um substituto para o posto vago. Valtteri Bottas recebeu o convite e iniciou as negociações com a escuderia, sendo o mais cotado para atuar ao lado do tricampeão mundial, no circuito de 2017, que terá a primeira corrida em Melbourne, na Austrália. Sendo que para a temporada de 2017 a equipe da Mercedes volta a ser nas apostas online a favorita para vencer o Mundial de Construtores com 1.72 de odds contra 2.37 de odds da Red Bull.

Em entrevista recente à rede de televisão MTV3, Mika Hakkinen comentou sobre a possível contratação do compatriota finlandês. “A Situação não poderia ser melhor para um piloto”, falou. “Especialmente se a equipe tem dominado a Fórmula 1, como a Mercedes, é uma situação dos sonhos”. Mika disse até imaginar Botton vencendo o próximo campeonato. “Quando você chega à equipe que está no topo da montanha, e é capaz de ganhar campeonatos e corridas, então cabe a você se desenvolver para ganhar corridas e o campeonato”, afirmou. Será que esse palpite irá se concretizar? O ex-piloro Vitaly Petrov compartilha do mesmo pensamento. E vocês?

Para todos os efeitos, Valtteri terá uma árdua estrada, mesmo que feche contrato com a escuderia, tudo graças ao novo regulamento da Fórmula 1. Os carros sofrerão mudanças aerodinâmicas significativas se comparado ao ano de 2016, exigindo maior destreza dos pilotos. Alterações nas dimensões das asas, que passarão de 1.650mm para 1.800mm, proporcionarão um efeito relevante sobre o desenho do veículo, assim como as variações no tamanho do pneu dianteiro, agora com 305mm, mais largo que os anteriores. O traseiro passa para 405mm, causando grande impacto na aderência do carro ao chão.

Essas são algumas das diversas mudanças que serão adotadas para a competição de 2017, uma de suas revisões mais drásticas, o que deixará as máquinas com potência superior e cinco segundos mais rápidas por volta. Lembrando, que até mesmo um milésimo de segundo faz diferença nesse esporte de velocidade. Para Jolyon Palmer, piloto da Renault, essas alterações farão muita diferença na hora da disputa. “Nós realmente não sabemos exatamente o desempenho. Sabemos quais são os números, mas ainda não sabemos o que os pneus vão fazer. Se for como pensamos, os carros mostrarão certamente no início quem foi à academia e quem não foi. Quem não treinou tanto, vai ser descoberto", declarou recentemente.

Uma coisa é certa, a competição de 2017 promete fortes emoções para os fãs de automobilismo. As novidades proporcionarão um grande espetáculo aos olhos dos amantes de carros, principalmente se estiverem sob o domínio de alguns dos pilotos mais habilidosos da Formula 1, como Hamilton, Botton, Daniel Ricardo e Max Vestarpen.

Comentários

últimas